Ponto onde convergem as minhas emoções, postas em verso, ou prosa, degrau onde coloco o que sinto e o que desejo e que poderei, talvez, partilhar com os meus amigos.

Saturday, February 18, 2006

JANELA DA VIDA



PELA JANELA DA MINHA VIDA,
PASSAM AS CORES DA MINHA CIDADE.
CASAS,CARROS, RUAS, VIDAS,SONHOS, AMORES...
PESSOAS ANÓNIMAS, PASSAM, RIEM...
PASSOS, RISOS, CHOROS...

AMORES DESFEITOS PELO VENTO,
CHOROS, RISOS, GEMIDOS...
DORES DE DESAMORES, COM SABOR A DESILUSÃO...
AMORES, QUE SÃO FLORES...
TUDO, PELA JANELA DA MINHA VIDA...PASSA.
SAUDADES E LEMBRANÇAS, RISOS DE CORAGEM...
COM SAUDADE PASSAM SEMPRE P'LA JANELA DA MINHA VIDA!
Binda

3 Comments:

Blogger Dad said...

Passam, passam e vão deixando as suas marcas. E vão ensinando coisas que vão construindo e muitas vezes destruindo. Mas é preciso nunca perder a esperança no dia seguinte. Como dizia o Paul Élouard:
"Mais au bout du chagrin, una fenêtre ouverte, une fenêtre éclairée"

3:20 AM

 
Anonymous A sonhadora said...

Obrigada mana, pela passagem por aqui...e tudo o mais, visto teres contribuido para a enovação.....eheheh
Beijos grandes

3:16 AM

 
Anonymous Anonymous said...

Looking for information and found it at this great site... » »

12:50 AM

 

Post a Comment

<< Home

 
<BGSOUND SRC="music.mid" LOOP="INFINITE">