Ponto onde convergem as minhas emoções, postas em verso, ou prosa, degrau onde coloco o que sinto e o que desejo e que poderei, talvez, partilhar com os meus amigos.

Thursday, January 04, 2007

SAUDADES

SAUDADES, DOS VERDES PRADOS,
DO ARCO-IRIS QUE VINHA,TODOS OS DIAS,
COM AS CORES DO INFINITO!...

SAUDADES DAS CEREJEIRAS EM FLOR.
DO CHEIRO DA TERRA MOVIDA,
DO RUÍDO DA RIBEIRA FLORIDA,
DO TEU AMOR!

SAUDADES...TENHO-AS TODAS AS MANHÃS,
QUANDO ACORDO E ...TE NÃO VEJO...
SAUDADES...E EU TE DESEJO...
SAUDADES...NÃO TE TENHO, MEU AMOR!

Binda

3 Comments:

Blogger augustoM said...

Para matar as saudades, vai haver jantarinho no dia 27 deste mês, já estão abertas as inscrições lá no blog.
Um beijo. Augusto

5:37 AM

 
Blogger José Alberto Mostardinha said...

Olá:

Pois... mas o sonho permanece... e sonhar é tudo na vida.

Um beijo,

4:02 PM

 
Anonymous Anonymous said...

Eu tenho saudades de mergulhar naquele manto branco, ladeado de árvores, enquanto o ar frio da montanha belisca a minha face...

Beijinhos

6:47 AM

 

Post a Comment

<< Home

 
<BGSOUND SRC="music.mid" LOOP="INFINITE">