Ponto onde convergem as minhas emoções, postas em verso, ou prosa, degrau onde coloco o que sinto e o que desejo e que poderei, talvez, partilhar com os meus amigos.

Saturday, April 12, 2008


O amor, quando se revela…


O amor, quando se revela,

Não se sabe revelar.

Sabe bem olhar p’ra ela,

Mas não lhe sabe falar.


Quem quer dizer o que sente

Não sabe o que há de dizer.

Fala: parece que mente

Cala: parece esquecer


Ah, mas se ela adivinhasse,

Se pudesse ouvir o olhar,

E se um olhar lhe bastasse

Pra saber que a estão a amar!


Mas quem sente muito, cala;

Quem quer dizer quanto sente

Fica sem alma nem fala,

Fica só, inteiramente!


Mas se isto puder contar-lhe

O que não lhe ouso contar,

Já não terei que falar-lhe

Porque lhe estou a falar…


Fernando Pessoa

3 Comments:

Blogger Akinol said...

See Please Here

6:27 PM

 
Blogger Angel of Light said...

Belíssimo poema de Fernando Pessoa. Já é o terceiro blog que visito hoje com as magníficas palavras deste grande senhor. Bela homenagem ao escritor, ao poeta.

A foto é linda!

Obrigada pela tua visita. Volta sempre que quiseres. Terei sempre uma luz para te oferecer.

Beijinhos cheios de Amor, Paz e Luz!

4:19 PM

 
Blogger atp said...

E assim é o amor.
Muito bom!
Está candidato a melhor blog da semana

11:02 AM

 

Post a Comment

<< Home

 
<BGSOUND SRC="music.mid" LOOP="INFINITE">