Ponto onde convergem as minhas emoções, postas em verso, ou prosa, degrau onde coloco o que sinto e o que desejo e que poderei, talvez, partilhar com os meus amigos.

Friday, September 19, 2008


ROTINA


Passamos pelas coisas sem as ver,

gastos, como animais envelhecidos:

se alguém chama por nós não respondemos,

se alguém nos pede amor não estremecemos,

como frutos de sombra sem sabor,

vamos caindo ao chão, apodrecidos.


(E. de Andrade)

4 Comments:

Blogger As Sombras de Fim do Dia said...

Poema bem escolhido!

7:11 AM

 
Blogger Vieira Calado said...

...vamos caindo ao chão, apodrecidos.
Como diz o poeta.
Cumprimentos

4:18 PM

 
Blogger Menino do Coro said...

Uma visitinha rápida para desejar
um santo domingo.

Abraço à urso...rsrsrs!!!

4:44 PM

 
Blogger Laurah said...

"Minha vida é fazer da vida algo diferente,
é realizar sonhos de toda gente,
é falar o que me vem à mente
é amar tudo o que tenho pela frente!"

Abraços apertados e até breve!!!
Seu cantinho está delicioso!
Fique em PAZ e muita saúde.

9:36 PM

 

Post a Comment

<< Home

 
<BGSOUND SRC="music.mid" LOOP="INFINITE">